[início]

Esse espaço destina-se às ações relacionadas ao livro Acordados – fragmentos, publicação do SELO DEMÔNIO NEGRO feita por meio do Programa de Ação Cultural (PAC), Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.

 

O TEXTO, que conta com prefácio de Alberto Guzik, procura debater questões sobre a vida em grandes metrópoles, relações de trabalho & entretenimento, assim como as possibilidades da existência de relacionamentos humanos nesses ambientes.

A ARTE DA CAPA faz parte do projeto Nua na Rua de Alessandra Cestac, com fotos de João Wainer.

Sobre a DISTRIBUIÇÃO POR CONTRABANDO, a tiragem alta de 2.000 exemplares e o incentivo público permitiram estruturar inicialmente uma rede capilar para a distribuição inicial do livro, de forma afetiva, de mão em mão.

Para ENCOMENDAR O LIVRO, basta entrar em contato com o Sebo do Bac ou a Rato de Livraria – ambos entregam para todo o Brasil.

E assista ao TRAILER! (abaixo).

 

Acordados – fragmentosdemônio negro
ana rüsche: 2007
Selo Demônio Negro

 

Lançamentos:

Dia 18 de janeiro de 2008, 20h (sexta-feira). Espaço d’Os Satyros, Praça Roosevelt – Centro, São Paulo (SP)

  • Apresentação por Juliano Pessanha
  • Teatro Livro com Os Satyros

 

Dia 19 de novembro de 2008, a partir das 14h (sábado). Feira Moderna. R. Fradique Coutinho, 1246, Vila Madalena. Tapioca com Sorvetes (ótimos) para quem não conseguiu estar presente no dia anterior ou simplesmente quiser ir bater-papo.

 


TRAILER:

O vídeo foi produzido pelo Rafael Rocha Daud, com os depoimentos de Alberto Guzik, Ana Paula Ferraz, Gustavo Assano, Julia Lima, Juliano Pessanha, Mariângela Vieira, Néle Azevedo e Ricardo Silveira. A trilha sonora foi composta pelo Francisco Rocha Daud.

Foram registrados diversos diálogos com pessoas que participaram em alguma etapa do projeto que envolve o Acordados.

O próprio Rafael e o Gustavo foram alguns dos primeiros leitores de versões antigas da publicação. O Alberto Guzik fez a linda Apresentação Disfarçada de Prefácio. A Ana Paula e a Júlia acompanharam toda a etapa de edição do livro, como conceito da capa, arte gráfica e tudo. A Mariângela, Néle e o Ricardo participaram da Distribuição por Contrabando e, por fim, e não menos importante, o Juliano é responsável por fazer a apresentação do livro no dia 18 de janeiro de 2007, no Espaço dos Satyros.

 

orelha


13 Respostas to “[início]”

  1. parabéns pelo novo livro,

    esta foto deste esqueleto com peito é meio estranho e parece inerte nda acordado

  2. Ah, Constança, mas veja, Acordados significa também “estar em acordo”, o que, no caso, significa também estar bastante inerte. Você verá que é um retrato bastante fiel de muitos personagens do livro — sua revolta não é despropositada.

  3. Aguardo sinais, Ana, sobre lançamento no Rio. Um beijo

  4. Ana,
    Sucesso!
    Beijos

  5. Ana, muito feliz com a novidade. Espero ler-te logo. Mande teu endereço de correspondência para: larissapin@hotmail.com, para que eu envie meus outros dois títulos: “Infernos Íntimos” e “O oco e o homem”

  6. Ana, ainda não estarei em São Paulo nessas datas, mas desejo muito sucesso no lançamento!
    Beijos e até breve!

  7. Ana R.
    Vou ler esse livro como se ele fose um copo d’ água no deserto…
    um beijo-blue e até o dia 18…

  8. Olá Ana, parabéns pelo livro. Recebi um exemplar diretamente das mãos de um amigo em comum, o Rodrigo, como ele também sou historiador. Espero poder ir ao lancamento. Até.

  9. como moro em natal rn não vou poder ir ao seu lançamento. vou procurar nas livrarias e comprar!parabéns por mais um livro.

  10. Oi Ana o negócio é o seguinte: eu queria dizer duas palavras sobre a distribuição, mas na verdade eu disse muito mais. Fiz dois comentários no meu blogue (homelupus.weblog.com.pt) e é grande pra pôr aqui, certo? Mas é que quando você entrega seu livro pra alguém é como se entregasse uma caixinha laqueada, sabe, agora eu entendo quando você disse no vídeo que você escolhe aquela pessoa pra ler aquele livro, não o contrário.
    É como você entregar uma caixinha laqueada, cheio de esperança, e pode ser que dê certo, pode ser que seja ainda pior. Mas você arrisca, porque é já de saída uma questão de vida ou morte.
    E daí o modo como você escolheu distribuir este livro tem tudo a ver com o livro mesmo, percebe? Tudo mesmo.
    Você tem isso, viu, você tem isso.

  11. Boa sorte nesta nova empreitada. Sucesso sempre.

  12. Olá Ana,

    Ganhei um livro seu de minha psicanalista e estou adorando. Gostei muito da forma como escreve. Acho que tem haver com a ordem e a desordem das coisas.
    As quebras de “norma” e a eletricidade de idéias que saem de sua mente é algo realmente profundo.
    Aproveitando o espaço, gostaria de convidá-la para o lançamento de meu livro de poesia ” O maquinista” ( ele foi batido à máquina de escrever e contém fotografias em sobreposição).
    Esse é o meu primeiro livro publicado. O caos e a ordem se complementam em meu livro, assim como o primevo e o moderno.
    Tenho interesse de participar de saraus, de poder trocar figurinhas e de apresentar as minhas viagens.
    “Precisamos nos unir como cardumes para não morrer na praia”
    Quem me deu o seu livro foi a Ana Claudia.

    O lançamento do meu livro será no dia 13 de agosto de 2008- quarta-feira, às 20:00 horas, na Biblioteca Alceu Amoroso Lima, 777- Pinheiros São Paulo.

    Vou batalhar para ter um apoio do Ministerio da Cultura em minha proxima viagem.

    Parabéns pela criação “Acordados”.

    ” Tudo se divide em caminhos”

    Abraços.
    Danilo Papini
    cel: 11- 7144-6663

  13. Oi Ana,

    Gostaria de apresentar o meu trabalho. É UM LIVRO DE POESIAS E FOTOGRAFIAS CHAMADO ” O MAQUINISTA”.
    Todo o conteúdo da obr foi feito à maquina de escrever, as fotografias foram sobrepostas, tiradas com uma pentax k-1000.
    Participei da Bienal Internacional do Livro e tenho muito interesse de divulgar o mau trabalho.
    Você poderia me dar uma força para eu tentar um incentivo através do Ministério da Cultura ? ( Lei Rounet)
    Tenho alguns exemplares e muito interesse em enviar o trabalho, mas não consegui preencher o formulário.
    Como você conseguiu o incentivo Ana?

    De um transeunte das letras.
    Um Grande Beijo.
    Parabéns!. Continue quebrando as regras.
    Viva os contrários!
    Danilo Papini.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s